Na maior dor humana, a morte transforma-se em vida.

Um acidente trágico leva o maior tesouro de Miriam, o seu próprio filho. A dor que chega com desejo de ficar, não anuncia a sua partida e deixa a impressão de que ficará perpétua até à própria morte.

Num coração que ecoa indagações e dor, pergunta:

Porquê comigo? Porquê o meu filho? O que faço com o amor que sobrou? A própria vida inicia-se no nascimento de um filho, mas tem de continuar quando a morte o leva para longe dos olhos? A morte parece-se com questões. A morte é uma questão de vida, é uma questão física.

O Céu e o Salgueiro

REF: 0006
12,00 € Preço normal
7,00 €Preço promocional