Martelos e Berbequins é um livro de memórias das viagens de Raúl Mesquita durante os anos em que viveu como apátrida. A objecção de consciência permitiu-lhe obter, junto das Nações Unidas, o estatuto de Refugiado Político em Bruxelas, em 1970, depois de ter fugido "a salto", aos vinte e um anos, com um amigo.

As peripécias por que passou foram muitas: acontecimentos inesperados e dolorosos, outros, divertidos, quase impensáveis, mas todos eles, sem excepção, ajudaram-no a crescer, na viagem paralela que necessariamente teve de fazer dentro de si.

De Lisboa para Espanha, para que esta fosse atravessada com a maior velocidade possível, daqui para França, depois para a Bélgica, Bruxelas, onde viveu até lhe ser outorgado o estatuto de Refugiado Politico, e, finalmente, para o Reino Unido.

Mas a circularidade da vida, que, na maior parte das vezes, acontece, cumpriu-se. Houve uma viagem de regresso.

Martelos e Berbequins I - Memórias

15,00 €Preço