Aos 49 anos, Rui Nunes é diagnosticado com um cancro. Nessa altura decide registar as suas reflexões e desabafos em forma de diário. Ao longo de 176 páginas dá-nos conta de memórias, medos, alegrias, da sua fé inabalável e do amor que nutre pela sua família e amigos que o acompanham nessa cruzada e que transborda nestas folhas.
Diz-se que a atitude positiva e a força interior que os doentes colocam no tratamento é meio caminho andado para prolongarem com qualidade a sua vida. Este é um exemplo inequívoco disso.
«Sinto-me forte, bebo como água cristalina, os apelos e desafios dos amigos de todos os dias: «Rui, vais conseguir» E porque não? Se um dia tiverem a notícia de que não consegui, não vertam lágrimas, será a vossa vez de me presentearem com os vossos sorrisos e de dizerem «estivemos com ele, em conjunto batalhámos, mas um Ser superior considerou que tinha chegado o seu tempo». E como sabemos que há tempo para tudo. E há que o aproveitar.»

Fé e Esperança - a minha escolha

REF: 978-989-87204-0-5
14,85 €Preço
  • Rui Nunes nasce em Nova Lisboa, em 1959. Após o 25 de Abril de 1974 vem para Portugal com os pais e os seus 2 irmãos. É aqui que tem a sua única filha, Cátia, responsável por esta edição, que o autor tanto desejou. Engenheiro químico e gestor bancário, tem um percurso de sucesso na Banca.
    O seu grande feito é, porém, no plano pessoal, junto da família e dos amigos, onde se torna perito na arte de dizer despudoradamente bem. Perto de si era simples entender que se é mais feliz quando o bom e o bem se partilham e se dizem. Gostar do Rui era fácil. Dizemo-lo também ao ler o que quis escrever em Fé e Esperança - a minha escolha.